Aura Minerals (AURA33) vai pagar US$ 25,4 milhões em dividendos; veja como garantir uma fatia – Money Times


Aura Minerals vai pagar US$ 25,4 milhões em dividendos (Imagem: Karolina Grabowska/Pexels)

A Aura Minerals (AURA33) aprovou o pagamento de dividendos de US$ 0,35 por ação, correspondentes a um total de aproximadamente US$ 25,4 milhões.

Os proventos serão pagos, em dólares americanos, no dia 28 de junho, aos acionistas registrados nos livros da TSX Trust, escriturador da companhia e agente de transferência no Canadá, no fechamento do pregão de 20 de junho.

  • Ação siderúrgica com dividendos projetados de 10% é uma das recomendações para quem busca renda extra na bolsa; conheça gratuitamente

Já os detentores de Brazilian Depositary Receipts (BDRs), registrados também em 20 de junho, receberão até 9 de julho o valor de dividendos em reais. Os papéis passam a ser negociados “ex-dividendos” em 21 de junho.

Com base na taxa de câmbio estimada de R$ 5,25413 por dólar, o valor dos dividendos de US$ 0,35 por ação representaria cerca de R$ 1,84 por BDR. A taxa de câmbio exata, no entanto, será divulgada em comunicado ao mercado futuro, antes do pagamento.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Dividendos da Aura superam valor mínimo

Os US$ 25,4 milhões a serem pagos pela Aura este mês superam a política de dividendos mínimos, a qual determina que os proventos sejam calculados com base nos resultados financeiros esperados para os seis meses do exercício social terminado em 30 de junho de 2024.

“Nos termos da política de dividendos, o dividendo da Aura é equivalente a 20% de seu Ebitda Ajustado estimado menos gastos de capital de manutenção e gastos de capital de exploração para semestre. Desta forma, o valor do dividendo é calculado com base nos resultados auferidos do 1T24 e nos resultados esperados para o 2T24, incluindo produção esperada, custos de caixa e Capex de manutenção e exploração”, explica a companhia.

Segundo Rodrigo Barbosa, presidente e CEO da Aura, o pagamento resulta em um rendimento de dividendos de 8,8%. “Encerramos o 1S24 com resultados operacionais melhores que as nossas expectativas e, com isso, anunciamos o pagamento de dividendos semestrais no valor de USD 25,4 milhões, correspondendo a um dividend yield de aproximadamente 8,9% nos últimos doze meses, considerando também nosso programa contínuo de recompra de ações”, diz.

“No nosso re-IPO em 2020, apresentamos uma estratégia focada em fluxos de caixa robustos, crescimento acelerado e distribuição de dividendos. Desde então, posicionamo-nos entre as empresas que mais pagam dividendos no nosso setor globalmente, registrando um dividend yield/recompra de ações de 13,5% em 2021, 6% em 2022 e 6% em 2023″, ressalta.

Veja o comunicado



LEIA MATÉRIA ORIGINAL